Carrinho de compras
Beber Vinho

12 Dicas Essenciais Para Beber Vinho

Prepare-se para descobrir como abrir uma garrafa, servir e beber vinho da maneira mais elegante com essas 12 dicas ao beber vinho.

1. Estude sua garrafa de vinho

Estude sua garrafa de vinho

Antes de beber qualquer vinho, você deve, primeiro, estudar a garrafa. Garrafas de vinho normalmente são fechadas com rolha ou com uma tampa rosqueável. Caso ela seja de rolha, verifique se não está danificada.

  • Rolha saltada: indica danos por calor ou então uma garrafa fechada incorretamente.
  • Rolha afundada: o vinho pode não ter tido oxigênio suficiente, o que pode afetar seu sabor.
  • Rolha “encharcada”: ao abrir uma garrafa de vinho tinto, sempre confira quão saturada a rolha está. Idealmente, ela deve apresentar uma coloração leve por conta do vinho. Caso ela esteja encharcada, o vinho provavelmente estragou. Uma rolha esfarelando também indica a validade de qualquer tipo de vinho.

Além disso, estude o rótulo da garrafa. Por exemplo, ao verificar o país de origem, você pode descobrir se seu vinho é do tipo suave (normalmente originário de regiões frias como Alemanha ou o sul da França) ou do tipo seco (de regiões mais quentes como Napa e Espanha.)

2. Abra a garrafa

Abrir garrafa de vinho

Aqui está a maneira certa de abrir sua garrafa:

  • Abrindo uma garrafa com rolha de vinho tinto ou branco

Para abrir uma garrafa fechada com rolha, você vai precisar dos utensílios certos, como um abridor de vinho elétrico:

  • O amigo do garçom (ou canivete de vinho): esse utensílio conta com um saca-rolhas, um cabo, um apoio articulado e, às vezes, uma faca. A maioria dos canivetes para vinho vão ter uma dobradiça dupla, para que você possa puxar a rolha pela metade e utilizar o apoio articulado para removê-la completamente.
  • Uma faca: você pode usar uma faca para cortar e remover o alumínio em volta da garrafa.
  • Um saca-rolhas: os abridor de vinho vêm em diferentes tamanhos, formas e valores. Normalmente vão possuir uma espiral de metal com uma ponta afiada, chamada de minhoca. Com ela, você pode puxar a rolha para fora.

B. Abrindo uma garrafa de vinho frisante

Abrir uma garrafa de frisante é levemente diferente, já que ela é embalada com dióxido de carbono pressurizado. Se você não abrir da forma correta, a rolha pode sair voando e causar danos ou machucados sérios.

Aqui está a melhor maneira de abrir uma garrafa de vinho frisante com facilidade:

  • Corte e remova o alumínio em volta do pescoço da garrafa, e afrouxe a gaiola de metal. Encaixe firmemente seu dedo na gaiola, sobre a rolha;
  • Usando sua outra mão, comece a girar o fundo da garrafa até sentir a rolha se soltando; então, é só empurrar gentilmente a rolha para fora.

3. Use as taças corretas

diferenças entre os vinhos brancos e tintos. Escolher a taça certa para o tipo de vinho escolhido pode melhorar significativamente sua experiência. Aqui está tudo que você precisa saber:

  • Taça de vinho tinto: beber vinho tinto é melhor numa taça com bocal largo e bojo grande. Merlot, Bordeaux, Cabernet Sauvignon e alguns Pinot Noir possuem muitos taninos, então é necessário uma taça com maior espaço para liberar e melhorar todos os aromas e sabores do vinho.
  • Taça de vinho branco: uma taça de vinho branco é menor que uma taça para tinto. Tem o formato de U, e mantém o vinho gelado por mais tempo. Vinhos secos como Sauvignon Blanc são degustados melhor em taças com bocal mais fino, para que o vinho atinja seu céu da boca. Por outro lado, o Chardonnay precisa de um bojo mais largo e um bocal mais fino, para aproveitar de verdade a acidez e o sabor frutado do vinho.
  • Taça de vinho rosé: beba vinho rosé novo numa taça com um bocal largo e um caule longo. Vinhos mais envelhecidos devem ser servidos numa taça menor em tamanho e largura, para valorizar os aromas.
  • Taça de vinho frisante: as taças para vinhos frisantes ou Champagnes possuem um bojo estreito e alto, e um caule curto ou mediano. Esse tipo de taça preserva as bolhas do seu frisante por mais tempo.

Veja também nosso guia para escolher a taça de vinho ideal.

4. Sirva em temperatura adequada

Sirva em temperatura adequada

Outro fator importante a ser considerado é a temperatura correta de cada vinho:

  • Vinho tinto: a maioria dos tintos deve ser servido numa temperatura entre 12º e 18°C. Para esfriar, coloque seu vinho num balde de gelo ou num freezer por 10 minutos antes de beber.
  • Vinho branco: refresque seus vinhos brancos até cerca de 5° a 8°C. Você pode guardá-lo num frigobar ou numa geladeira e tirá-lo 20 minutos antes de servir.

5. Sirva a quantidade certa

Sirva a quantidade certa de vinho tinto

Encher uma garrafa de vinho até a boca leva a uma degustação pobre em sabores. Por outro lado, servir muito pouco pode causar uma super oxigenação no vinho, afetando negativamente os sabores e aromas.

Aprenda a servir seus vinhos favoritos:

  • Vinho tinto: sirva meia taça ou cerca de 120ml.
  • Vinho branco: sirva ⅓ da taça, ou 90ml.
  • Champagne: sirva não mais que ⅔ da taça, ou então 150ml.

6. Decante ou gire o vinho

A maioria dos vinhos tintos se beneficiam muito da decantação, mas outros tipos de vinho podem ser decantados por um período de tempo menor.

Para decantar, despeje todo o vinho da garrafa em um decantador de vinho e deixe-o aerando por um tempo.

Decantar o vinho vai aprimorar aromas e sabores do vinho que normalmente ficariam escondidos. Também é uma ótima maneira de remover resíduos de vinhos bem envelhecidos, melhorando ainda mais seu sabor.

Se você não tem um decanter, pode optar por girar suavemente o vinho dentro da taça para aerar antes de beber. 

7. Segure sua taça corretamente

Segure sua taça corretamente

Etiqueta à mesa também é um elemento essencial da degustação de vinhos.

Você deve segurar sua taça pelo caule, para que o calor das suas mãos não seja transferido ao vinho. 

Para uma pegada firme, mantenha seu dedão, dedo do meio e dedo indicador no caule da taça, enquanto repousa os outros dedos na base.

8. Sinta o aroma primeiro

Sinta o aroma do vinho

Ao girar seu vinho branco ou tinto, delicie-se com o aroma e as notas variadas.

Conforme o vinho desperta, você será capaz de detectar diferentes nuances no aroma. Quanto mais complexo for o vinho, mais coisas há para se descobrir.

9. Tome pequenos goles

pequenos goles

Agora é a hora de beber sua taça! Tome seu tempo ao saborear o vinho, e note todos os arranjos e notas no sabor.

Para beber o vinho, tome um gole pequeno e deixe-o passear em sua boca, para que você possa absorver completamente os sabores com suas papilas gustativas. Você pode mantê-lo na boca por cerca de cinco segundos, engolir e sentir o gosto após. Vinhos finos se mantêm no paladar por mais tempo, especialmente quando estamos tomando vinho tinto.

Se você está num evento formal de degustação, talvez você tenha que cuspir o vinho em baldes ou taças providenciadas.

Por quê?

Numa degustação, você normalmente prova vários vinhos, e beber todos eles pode te deixar meio alterado, impedindo assim que você analise propriamente os sabores de cada vinho.

10. Combinando comida com o vinho

comida com o vinho

Faça um agrado ao seu paladar combinando a comida certa com o tipo de vinho adequado.

  • Vinho frisante: Champagnes e outros tipos de vinhos frisantes combinam bem com pratos fritos, como uma porção de iscas de peixe e fritas, ou frango empanado.
  • Vinho branco: vinhos secos como o Chardonnay combinam bem com molho branco e frutos do mar.
  • Vinho tinto: beba vinho tinto como Bordeaux e Cabernet Sauvignon com carne vermelha, e Pinot Noir com salmão.
  • Vinho rosé: um rosé seco combina bem com pratos bem encorpados, ou então com queijos.
  • Vinho doce ou de sobremesa: combinam melhor com queijos ou sobremesas frutadas.

11. Aproveite a experiência

Não seria incrível conseguir identificar as nuances de um vinho, a variedade da uva, a região e tudo mais com apenas um ou dois goles?

A não ser que essa seja a sua meta, a degustação de vinhos não precisa ser tão técnica assim.

Você pode beber vinho para apreciar os sabores, as nuances ou entender melhor as características de cada uva.

A meta é que você aproveite o vinho do seu jeito!

12. Treine seu olfato e paladar

treine seu olfato e paladar

Para uma degustação completa, é necessário evoluir e expandir o paladar.

Como?

Sinta o cheiro de frutas e vegetais, perfumes, livros e outros aromas. Experimente comidas ácidas, doces, amargas e salgadas. Quanto mais você sentir e saborear, mais desenvolvimento para seu olfato e paladar.

Você também pode memorizar os diferentes sabores e nuances ao associá-los com uma memória específica.

Agora: saber os essenciais de como se beber vinho é apenas uma parte. É igualmente importante saber escolher o vinho certo para beber!

Vamos ver quão facilmente você consegue escolher um bom vinho.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Frete grátis!

Para todos os produtos do site.

Atendimento ao consumidor 24h.

Para acompanhar o seu pedido.

Garantia de devolução por 30 dias.

Compre nossos produtos sem dor de cabeça.

Pagamento 100% verificado

PayPal / Mastercard / Visa