Decantador de Vinho

Exibindo todos 12 resultados

O que é um decantador de vinho?

O decantador de vinho é um acessório de degustação essencial para alguns tipos de vinho. Ele possui funcionalidade e beleza. Seja em um restaurante de luxo ou em um jantar entre amigos, o uso do decantador de vinho é um verdadeiro ritual. 

Normalmente em vidro, ou às vezes em bronze, o decantador é um acessório de grande elegância. A fabricação de um decantador requer muita destreza do artesão. O vidro do decantador de vinho é moldado e deformado por sopro, o que lhe confere suas formas arredondadas e graciosas.

Para que serve um decantador de vinho ?

Esta é uma dúvida de inúmeros consumidores de vinho. A maioria das pessoas usam o decantador porque ouviram que deveriam usá-lo ou porque viram alguém o usando. O vinho é uma bebida sensível cuja qualidade é facilmente alterada. Logo, antes de fazer a sua decantação, é importante se perguntar: porque decantar o vinho ou armazená-lo no decantador?

Separar o depósito da uva do líquido

Atualmente certos vinhos não são mais filtrados. Eles possuem, portanto, partículas sólidas em suspensão. Para que haja somente o líquido no momento do consumo, é necessário portanto que o vinho decante. Esta operação não é indispensável, contudo ela permite uma degustação mais agradável.

Revelar os aromas do vinho

A decantação é necessária para conferir flexibilidade ao vinho. A fim de que os componentes do vinho estejam em perfeito equilíbrio, é necessário um certo tempo, daí o envelhecimento do vinho. Um vinho é melhor quando ele está envelhecido. Nós temos, atualmente, o hábito de consumir vinhos novos. Para melhorar a sua qualidade, é preciso uma passagem no decantador.

A oxigenação do vinho

Enquanto o vinho ainda é novo, seus aromas não são muito distinguíveis. Ele ainda está ácido e áspero, o que frequentemente traz caretas ao rosto, e o álcool é muito perceptível. A oxigenação do vinho irá despertar o vinho e revelará os seus aromas, contribuindo para o seu desenvolvimento. O ato de oxidar o vinho confere maior dulçor e torna o álcool menos perceptível. Mas para não colocar tudo em decantadores a torto e a direito, é importante saber qual vinho precisa ser decantado.

Os tipos de vinho que precisam de decantação

Como era de se esperar, nem todos os vinhos passam no decantador. Aqueles que são destinados à decantação são os vinhos (muito) novos.

Com relação aos vinhos envelhecidos, irá depender das características do vinho. Na maior parte das vezes, não é muito aconselhável decantar os vinhos envelhecidos. 

Entre os vinhos que não devem ser decantados estão os espumantes. Uma vez abertos, os espumantes perdem a sua gaseificação, perdendo assim a sua qualidade principal.

Preferencialmente, os vinhos a serem decantados são os vinhos tintos jovens. Os vinhos rosés e brancos não apresentam benefício algum ao serem decantados.

Para decantar um vinho de alto teor alcoólico, deve ser utilizado um decantador com grande abertura (com gargalo largo).

Como utilizar um decantador de vinho

Primeiramente é preciso ressaltar que são os vinhos tintos que devem ser decantados, os brancos e rosés não ganham nada com a decantação. Deve-se utilizar decantadores específicos em função da idade do vinho e também do efeito final desejado. Por exemplo, para aerar um vinho mais jovem, devemos escolher um decantador com a base bem ampla e o bocal mais largo.

Já para um vinho mais envelhecido, a decantação deverá ser realizada nos últimos minutos antes da degustação com uma fonte de luz não-agressiva. A ação de decantar é um dos testes mais importantes em um concurso profissional de sommelier, por exemplo. É importante verter o vinho delicadamente ao longo da parede do decantador ininterruptamente. Assim que a metade da garrafa foi vertida, você deve reduzir a velocidade e parar assim que os sedimentos ou os depósitos atinjam os ombros da garrafa ou até que o líquido fique turvo.

Como lavar um decantador de vinho?

A limpeza de um decantador de vinho é essencial. A forma e profundidade do decantador podem dificultar esta tarefa, mas existem alguns truques que podem te ajudar a realizar esta tarefa perfeitamente. É importante enxaguá-lo com água quente depois de cada utilização e sobretudo de secar bem. Para tanto, pode ser útil um escorredor específico para o decantador.

Em todo caso, o decantador nunca deve ser colocado no lava-louças, não apenas pelo risco de quebrá-lo, mas porque podem ficar resquícios de sabão no fundo do decantador. Para eliminar os traços de taninos, pode-se utilizar sal grosso ou vinagre diluídos em água e sacudir bem o decantador em todas as direções. Além disso, o enxágue deve ser feito com grande volume de água e por bastante tempo. Agentes abrasivos como areia e cascas de ovo batidas são também muito eficazes.

Se você deseja fazer o processo da maneira correta, é aconselhável utilizar bolinhas de limpeza específicas para o decantador. Elas consistem de pequenas bolas em inox a serem inseridas no decantador com uma pequena quantidade de água, que podem remover todo resíduo de maneira muito eficaz. A vantagem das bolinhas de inox é que podem ser reutilizadas.

Como escolher um bom decantador de vinho?

Você deseja comprar o melhor decantador de vinho, mas não sabe como fazer a sua escolha? Graças ao nosso guia de compras, você terá informações úteis que te auxiliarão a encontrar, por um preço acessível, um decantador eficiente e adaptado às suas necessidades. Nossa seleção de 5 decantadores te ajudará a fazer um comparativo e a saber mais sobre as suas diferentes características, e te permitirá orientar melhor a sua escolha.

Se você nunca comprou um decantador de vinho antes, é importante se informar bem sobre as características que devem ser levadas em conta para a sua primeira compra. Afinal, não se trata de uma simples garrafa de água! A seguir você encontrará alguns critérios que recomendamos que sejam considerados para encontrar o melhor decantador adaptado às suas necessidades.

A forma

A forma de um decantador depende sobretudo do tipo de vinho que você deseja decantar. Por exemplo, um vinho tinto que seja novo e forte na boca requer um decantador  suficientemente grande, já que esse vinho precisa de oxigênio para desenvolver todas suas características e aromas sedosos. Ao contrário, um vinho tinto mais leve ou um vinho branco podem ser aerados em um decantador mais estreito, pois precisam de menor oxigenação. Em todo caso, quanto menos o vinho precisar de aeração e oxigenação (como os vinhos que acabam de sair da maturação), menos o decantador precisa ser largo. Por outro lado, um pescoço muito fino é desaconselhável para uma boa aeração.

A capacidade

Para colocar o vinho no decantador, é preferível optar por um decantador com capacidade suficiente para receber o volume equivalente a uma garrafa de vinho: algo entre 0,75 e 1,5 litro é o ideal. Assim você poderá verter todo o conteúdo da garrafa e degustá-lo depois.

Os materiais

De forma geral, o melhor material de fabricação de um decantador de vinho é o cristal. Claro que isso resulta igualmente em um preço mais elevado. O cristal é sólido e durável. Os modelos em vidro podem também ser bem robustos, sendo uma boa opção mais econômica.

O design

Existem, atualmente, decantadores de vinho com formas bem originais e designs muito modernos. Ao escolher um decantador refinado, você trará um verdadeiro toque de elegância para a sua mesa. No mais, você também pode encontrar conjuntos de decantadores que combinem com as taças e colocá-los em uma bela bandeja, para um efeito mais bonito. Em geral, os decantadores mais comuns são aqueles que possuem uma base plana e um gargalo bem longo.

Outros possuem formato mais original, como aqueles em formato de “U” ou em ferradura. Você pode igualmente encontrar modelos ornamentados com peças em metal, gravuras ou decorações no vidro… etc. Você deve, no entanto, basear sua escolha do design sobretudo na função de sua preferência.