Carrinho de compras
Vinho Reservado Significa

O Que Significa “Vinho Reservado”? Bem, Depende.

A palavra “reserva” pode significar muita coisa, ou um monte de nada.  Aqui, vamos mostrar o que os termos “reserva” e “reservado” indicam num rótulo de vinho.  Alguns países possuem regras estritas quanto a isso, mas, no Brasil, a palavra “reserva” não quer dizer nada, tecnicamente falando. Descubra agora a verdade sobre os vinhos reservados.

 

O que é um Vinho de Reserva?

As estratégias de venda nos rótulos de vinho vão além da palavra “reserva”. Expressões como “vinho envelhecidovelho”, “vinho fino” e “vinho especial” nem sempre querem dizer aquilo que você está imaginando. Por exemplo, “fino” é o termo utilizado para designar a qualidade mais baixa do vinho Marsala.

Onde surgiu o termo Reserva?

É muito provável que a origem dos Vinhos Reservados esteja dentro de uma adega antiga, quando os fabricantes de vinho seguravam ou “reservavam” algumas garrafas dos vinhos de uma produção particularmente boa e saborosa. Hoje em dia, quando falamos em Vinho Reservado, nos referimos a vinhos de qualidade mais alta e que foram envelhecidos por mais tempo. De fato, muitos empórios e adegas realmente utilizam essa expressão para o melhor produto da casa, no entanto, alguns produtores utilizam desse termo para levar vantagem no mercado, puramente como uma estratégia de marketing.

 

Países onde Vinhos de Reserva são regulamentados

Os principais países onde Vinhos Reservados têm certos requerimentos são Espanha e Itália.

Espanha: Vinho de Reserva

Na Espanha, vinhos tabelados com “Reserva” devem ser envelhecidos por 3 anos,  sendo pelo menos 6 meses em barris de carvalho. Você verá esse termo principalmente em vinhos Tempranillo de Rioja, Toro, Ribera del Duero e Valdepeñas. Na verdade, a Espanha possui um sistema de envelhecimento bem complexo, e os vinhos reservados não são nem de longe os mais velhos! Você pode saber mais sobre o sistema de classificação de Rioja para procurar pelos melhores vinhos em Rioja.

Itália: Vinho de Riserva

Cada região italiana possui uma definição diferente de vinhos de riserva. A maioria dos vinhos deve ser envelhecido por dois anos para serem chamados assim; pelo extremo, temos o Amarone que é envelhecido por 4 anos, e o Barolo, com ao menos 5 anos de envelhecimento até sair da adega. Você pode aprender mais sobre os níveis italianos de qualidade em A Pirâmide Valpolicella de Vinhos: do Clássico ao Amarone.

A Áustria também possui certas regras sobre o termo “Reserva”, como um teor alcoólico mínimo de 13%.

Países onde vinhos reservados não sofrem regulamentação

Muito provavelmente, se o país em questão não foi citado acima, ele não possui nenhuma regulamentação sobre seus vinhos reservados. No site da TTB dos Estados Unidos, palavras como “Reserva” são classificadas como nomes de marca, ou seja, é simplesmente um título. Felizmente, a maioria dos fabricantes de vinho respeitam o sentido tradicional da palavra, e utilizam este nome em seus melhores produtos.

  • E.U.A
  • Austrália
  • Nova Zelândia
  • Chile
  • Brasil
  • E muitos outros

Nós deveríamos ter regras?

Talvez. Vamos explicar:

O termo reserva ou reservado diz respeito ao envelhecimento do vinho. Talvez você já saiba que envelhecer o vinho afeta muito em seu sabor, ainda mais se é envelhecido em barris de carvalho; dessa maneira, deveríamos ter mais informações sobre o envelhecimento além de apenas uma palavra. Por exemplo

Isso nos diz que o vinho muito provavelmente tem notas de baunilha e especiarias aconchegantes, bem como alguns taninos do carvalho. Essa informação é bastante útil para ser colocada no rótulo ou embalagem. Aprenda mais sobre envelhecimento em carvalho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Frete grátis!

Para todos os produtos do site.

Atendimento ao consumidor 24h.

Para acompanhar o seu pedido.

Garantia de devolução por 30 dias.

Compre nossos produtos sem dor de cabeça.

Pagamento 100% verificado

PayPal / Mastercard / Visa